quarta-feira, 8 de junho de 2011

Avalon: lenda arturiana é encenada em São Paulo


O mitólogo estadunidense Joseph Campbell era um especialista em lendas arturianas. Seu doutorado, que não chegou a concluir, era sobre este tema. Até o dia 26 de junho, quem mora em São Paulo ou está de passagem pela cidade tem a oportunidade de assistir uma peça infanto-juvenil que encena a corte de Camelot com narrativa precisa, ótimos atores, cenários e figurinos bem feitos.

Trata-se de Avalon, inspirada na obra da escritora estadunidense Marion Zimmer Bradley – que fez enorme sucesso no início dos anos 1990. Quem já leu os quatro livros há de se lembrar que Avalon era a ilha localizada no sul da Bretanha onde vivia o povo celta.

Ainda hoje, ao se subir às ruínas da abadia de Glastonbury, na Inglaterra – o local que supostamente teria abrigado a ilha –, é impossível não dar uma espiada no entorno em busca de algum indício. Os campos, hoje drenados, teriam sido os charcos e lagos que levariam druidas e sacerdotisas para a ilha sagrada.

Avalon, a peça, conta a história do rei Artur sob uma ótica muito particular: a feminina e a dos saberes tradicionais dos bretões. O projeto foi idealizado pela atriz Lucélia Santos, que interpreta com competência Viviane, a Senhora do Lago. No elenco, jovens promissores, como Caio Paduan, que encarna Artur, e Sabrina Petragia, que interpreta a irmã do rei, a fada Morgana.

Veja o vídeo.

Teatro Sesi-SP

Texto: Monica Martinez
Foto: Julia Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário