domingo, 22 de novembro de 2015

O relato do encontro de primavera de 2015


A 4a. Roundtable de 2015 do Núcleo Granja Viana da Fundação Joseph Campbell foi realizada ontem, 21 de novembro de 2015. 

Na oportunidade, a professora doutora Miriam Cristina Carlos Silva, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba, apresentou sua visão sobre a parte IV do livro As Máscaras de Deus -- Mitologia Criativa (Editora Palas Athena): O Novo Vinho (p. 487-572).

Miriam destacou a questão das funções do mito concebida por Campbell. O recorte provocou ressonância na audiência, que destacou a importância de, mesmo no bojo de uma sociedade em que as relações são mediadas pelo consumo, não perdermos a capacidade de nos espantarmos diante da realidade para mantermos a vinculação com o mistério da existência. 

A docente também destacou uma das ideias do pensador estadunidense, que é a da relação da arquitetura com o significado que uma dada sociedade valora. O que significaria, portanto, termos arranha-céus de mais de cem andares, na China e em Dubai, frente a um esvaziamento do conteúdo religioso e das incertezas da contemporaneidade? 

Finalmente, Miriam abordou a relação do mitólogo com a literatura, ponderando que enquanto Campbell reflete a partir de Thomas Mann e James Joyce, por exemplo, seria muito produtivo para nós, brasileiros, pensarmos estas questões míticas a partir de autores nacionais, como Guimarães Rosa. 

De forma sincronística, esta será a linha que adotaremos nos encontros em 2016: pensar o mito em suas matrizes fundantes brasileiras: a europeia, a africana, a dos povos nativos e, claro, a hibridação característica de países de dimensões continentais como o nosso. 



Monica Martinez
Coordenadora da Granja Viana-SP Brazilian Roundtable